Apurados os 14 finalistas

A arte da seda de Freixo de Espada à Cinta (distrito de Bragança), a feira de S. Tiago, na Covilhã (Castelo Branco), os muros de Pedra Seca, de Porto de Mós (Leiria), e os santeiros de São Mamede do Coronado, da Trofa (Porto), a festa da bênção do gado, em Riachos (Santarém), a romaria de S. Bartolomeu, de Ponte da Barca (Viana do Castelo) e as festas em honra da Nossa Senhora dos Remédios, de Lamego (Viseu) foram apurados para a final das Sete Maravilhas da Cultura Popular, durante a segunda meia-final do concurso, que decorreu em Torres Novas. A primeira meia-final já tinha apurado o bailinho da Madeira, a festa do colete encarnado, o criptojudaísmo de Belmonte, a festa da Espiga, a festa de São João de Braga, a romaria de São João d’Arga e as festas de Santo António de Lisboa. A votação dos 14 patrimónios finalistas recomeçou esta terça-feira, dia 1 de Setembro e termina no dia 5 de Setembro.A Declaração Oficial das 7 Maravilhas da Cultura Popular está marcada para este sábado, 5 de Setembro, durante a cerimónia final que tem lugar em Bragança.