Família de Leonel Reis reside em Vila Garcia - Guarda

O regresso à escola implica, muitas vezes, mudanças e novas atitudes para quem vive na aldeia e tem os filhos a estudar na cidade. Leonel Reis, e a mulher Paula, ambos professores e pais de três filhos Afonso, Dinis e Maria Inês, são o exemplo de que é possível conjugar esta realidade apesar de obrigar a um esforço acrescido, sempre que tem início um novo ano lectivo. “Nós residimos na freguesia de Vila Garcia, uma freguesia que fica a cerca de dez quilómetros da cidade da Guarda e os nossos filhos estudam no Agrupamento de Escolas da Sé”, explica Leonel Reis. Considera que o início do ano escolar “é sempre stress” porque, como ambos são professores, têm de gerir o tempo de acordo com aquilo que é o horário dos três filhos. “É necessário fazer um grande exercício para que os nossos filhos cheguem atempadamente à escola e depois também regressem a casa ao fim do dia”, explica. E acrescenta: “Temos a sorte de viver numa aldeia em que outros pais também têm filhos a estudar e são nossos amigos e acabam por ser eles a ajudar-nos transportando-os num dia ou outro em que nós necessitamos”. Noutras ocasiões, como a família é grande, são os tios e primos que colaboram no transporte dos filhos até á escola.Apesar de já haver uma prática de organização, há a “vantagem de serem professores” e perceberem o que realmente faz falta aos alunos. Sem se demitir das responsabilidades, considera que teve muita sorte com a esposa por ser “muito organizadinha, muito dotada para exercer o papel de alertar os filhos em relação aos problemas que possam ter na escola”. “Os dois juntos vamos organizando a vida deles e também damos espaço para que ganhem autonomia”, explica Leonel Reis. E acrescenta: “Os pais não têm que ser uma muleta permanente dos filhos, eles têm de ganhar a sua responsabilidade e aprender que devem encarar a escola com naturalidade”.Este ano, Leonel Reis voltou a mudar de estabelecimento de ensino o que vai implicar novas adaptações no transporte dos filhos para a escola, na Guarda. “Ainda estamos a ver como é que vamos resolver este problema, mas provavelmente esta questão ficará ao cuidado da minha esposa, que está a dar aulas na Guarda”, adiantou. Como professor nunca esteve na mesma escola dois anos seguidos, por isso “o início é sempre um desafio”. Viver numa aldeia do interior, no concelho da Guarda, acabou por ser uma opção que tem dado “qualidade de vida e vida em segurança” a esta família. “Não nos sentimos penalizados por morar onde moramos” considera. E acrescenta: “A minha esposa é daqui e foi aqui que quisemos construir a nossa casa e estamos muito satisfeitos”.Leonel Reis destaca também o facto de haver cerca de quarenta crianças e jovens a residir na aldeia de Vila Garcia, que se dão bem e promovem actividades conjuntas.