Maria José Dinis da Fonseca escreveu “A menina Cabreira”

“A Menina Cabreira” é o título do livro de Maria José Dinis da Fonseca que assinala os 20 anos da ASTA – Associação Socioterapêutica de Almeida. “Aqui está a história que fui acarinhando ao longo do tempo e que pode servir para fundamentar a existência desta aldeia (Cabreira do Côa) levando-nos a preservá-la, a conhecê-la mais profundamente e a amá-la mais”, escreve a autora na introdução. Ao longo de trinta páginas profusamente ilustradas a autora apresenta “uma pequena história suave e diria até, romântica, que nos desperta para uma outra escuta e um outro olhar”. Quando comemora 20 anos de actividade, a ASTA tem Lar Residencial, Centro de Actividades Ocupacionais e RA – Residência Autónoma. Estas respostas integram 44 companheiros (utentes) distribuídos entre a aldeia da Cabreira e a Fonte Salgueira.  Em relação aos projectos para o futuro a ASTA pretende criar ‘A FONTE’, um equipamento que está a ser pensada e arquitectado há cerca de 7 anos. Maria José Dinis da Fonseca explica que “será um espaço que contém as respostas Lar Residencial, Centro de Actividades Ocupacionais, destinadas aos que foram e vão envelhecendo ficando com mais fragilidades e menos proactivos”. O projecto deste novo equipamento está em fase de licenciamento e ainda procura financiamento para ser concretizado. Quanto ao projecto de turismo social e natureza “Contigo, há Descoberta…” que está a dar os primeiros passos e que terá os companheiros como principais actores, é um exemplo dos desafios que a ASTA pretende desenvolver. A Associação Sócio Terapêutica de Almeida (de orientação antroposófica), é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos e de utilidade pública. Foi fundada (juridicamente) em 26 de Outubro de 1998 por Maria José Dinis da Fonseca (mãe de um jovem com deficiência mental). Iniciou as actividades em Outubro de 2000 com 6 jovens na casa da fundadora, em Cabreira do Côa.A ASTA, actualmente, é constituída por 44 pessoas com deficiência e 44 colaboradores (pessoal do quadro e voluntariado). O trabalho sócio terapêutico desenrola-se nas valências Lar Residencial, Residências Familiares e Centro de Actividades Ocupacionais, distribuídos entre a aldeia da Cabreira e o centro de raiz (desde 2004) no alto da Fonte Salgueira a 1km da aldeia. Maria José Dinis da Fonseca é natural de Cabreira do Côa, onde fundou a ASTA – Associação Socioterapêutica de Almeida. Estudou na Guarda (Curso Comercial), em Lisboa (continuando a procura vocacional), na Suíça (Instituto de Pedagogia e Socioterapia da Fundação Perceval). Vive na Cabreira do Côa, sede da Associação, com pessoas “especiais” a quem chama companheiros.