Protocolo foi assinado em Lisboa e em Caracas

A Fundação Nova Era Jean Pina assinou um protocolo com a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas e com a Federação Iberoamericana de Lusodescendentes, tendo em vista a distribuição de 200 cabazes de Natal à comunidade portuguesa na Venezuela. João Pina explicou ao Jornal A GUARDA que “o presente Protocolo de Colaboração, assinado pelos três outorgantes, tem como objectivo a colaboração no apoio a agregados familiares, carenciados, de nacionalidade portuguesa ou lusodescendentes, residentes na Venezuela”. E acrescentou: “A Fundação irá pagar na totalidade 200 cabazes de Natal com todos os produtos alusivos a esta época. Um esforço financeiro que nos deixa extremamente felizes, afinal este é o objectivo da Fundação”.A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, explicou que “o referido apoio será concretizado através da oferta de 200 cabazes de Natal por parte da Fundação Nova Era Jean Pina, cuja entrega e operacionalização serão asseguradas pela Federação Iberoamericana de Lusodescendentes, em articulação com a rede diplomática e consular de Portugal na Venezuela”.No final da cerimónia, que decorreu no dia 10 de Novembro, em Lisboa, Berta Nunes adiantou que apesar das dificuldades por que passa a Venezuela, a comunidade portuguesa “tem-se sabido organizar”.“É uma comunidade que está em dificuldades, como está a acontecer noutros países, em primeiro lugar pelo covid, que tem sido um factor de agravamento da situação nos vários países. Na Venezuela também está a acontecer o mesmo, mas também pela situação do próprio país”, explicou a Secretária de Estado. Acrescentou que a comunidade portuguesa “tem-se sabido organizar e nós temos dado aqueles apoios que podemos dar e que consideramos podem ser úteis para as pessoas que têm mais necessidade e têm mais dificuldade”.Berta Nunes disse também que o apoio de Portugal ao movimento associativo das comunidades portuguesas vai continuar “porque é muito importante e porque é muito valorizado pela própria comunidade”.A cerimónia de assinatura do protocolo realizou-se em paralelo em Lisboa e em Caracas, tendo na capital portuguesa rubricado o documento Berta Nunes e João Pina, presidente da Fundação “Nova Era Jean Pina”, e em Caracas, Jany Ferreira, presidente geral da Federação Iberoamericana de Lusodescendentes.A Fundação Nova Era Jean Pina, com sede em Carriéres Sous Poissy, na zona de Paris, França, é presidida por João Pina, natural do concelho da Guarda. A pensar nos mais desfavorecidos, a Fundação está a preparar o “Natal Solidário”, com distribuição de cabazes na Guarda, Mangualde, Santo Tirso, França e Venezuela.