Solidariedade

Desde 2020 que a “Fundação Nova Era Jean Pina” tem vindo a acompanhar famílias lusodescendentes em Lyon. Vários foram os cabazes de Natal, carrinhos com bens alimentares e produtos de higiene distribuídos a famílias previamente sinalizadas.Recentemente, a Fundação soube, através da Embaixadora em Lyon, Patrícia Guerreiro, que uma família portuguesa residente a Oeste de Lyon se encontrava a viver dias muito difíceis, agravados pela Pandemia de Covid 19.  Há vários meses que esta família com dois filhos tem vivido dias de angústia. A esposa, faz algumas horas na limpeza, mas o ordenado mal chega para pagar a as despesas do dia-a-dia. O marido, devido a problemas de saúde, esteve hospitalizado e não pode neste momento trabalhar. Apesar da ajuda da Segurança social Francesa tem uma divida no hospital de cerca de 1300 euros, devido ao internamento e medicação a que esteve sujeito. “O meu marido estava muito mal, e nós ainda não temos a “carte vital” o que não lhe deu o direito aos pagamentos pela segurança social dos tratamentos que recebeu, explicou a esposa. “Tudo isto foi muito caro mas, graças a Deus, uma parte da factura foi anulada, e a outra já está paga, mas ainda falta pagar algum”, refere Clara, esposa de Ivo.O Presidente da Fundação Nova Era, João Pina, depois de analisar este processo, mais uma vez disse “presente” e o valor em falta para com Segurança Social francesa (1.300 euros) será pago pelo Grupo empresarial que administra nos arredores de Paris- “Grupo Jean Pina” e pela Fundação.  João Pina explicou que “são muitos os pedidos que diariamente chegam à Fundação, não podemos ajudar a todos, gostaríamos muito, mas não é possível, daí parte deste valor ser pago pela minha empresa”. A Fundação Nova Era também pagou bens alimentares de primeira necessidade a esta família portuguesa.