Região

As notícias da regirão e da Diocese da Guarda.

Investimento de 91 mil euros

Almeida

Fernão Joanes

Solidariedade
A União das Misericórdias Portuguesas (UMP) assinalou com um seminário, no dia 5 de Setembro, no Centro João Paulo II, em Fátima, o início de um projecto em que pretende “identificar o grau de demência” entre utentes de lar e apoio domiciliário para “adaptar os seus serviços”.
“O projecto VIDAS – Valorização e Inovação em Demências da UMP pretende identificar a população com demência que já se encontra a receber cuidados em apoio domiciliário ou lar, estabelecendo padrões de boas práticas com os recursos existentes, adequando o nível de cuidados a estas necessidades específicas”, disse a instituição.
O projecto Valorização e Inovação em Demências vai desenvolver-se em três grupos de trabalho: investigação, formação e adaptação ambiental.
Actualmente as Misericórdias são responsáveis pelos cuidados de “quase 60 mil idosos em todo o país”, e o problema das demências, “especialmente da doença de Alzheimer, afecta em larga medida esta faixa da população”.

Solidariedade