O número de visitantes ao Museu do Côa e ao Parque Arqueológico do Vale do Côa, em Vila Nova de Foz Côa,

aumentou nos primeiros 5 meses deste ano, relativamente a igual período do ano anterior, anunciou Fernando Real, presidente do Conselho de Administração da Fundação Côa Parque, que gere aqueles dois equipamentos culturais. Indicou que a média anual de visitantes ao Museu do Côa é de 30 mil, mas nos primeiros cinco meses de 2014 passaram pelo espaço cerca de 13.800. “Verifica-se que há um acréscimo de visitantes que anda na casa dos 13,85%, cerca de 14%, nos cinco primeiros meses (de 2014), mas esse aumento é essencialmente de visitantes estrangeiros, mais do que nacionais”, disse o responsável. Fernando Real observou que Vila Nova de Foz Côa está longe do Litoral e dos grandes centros e isso tem “custos acrescidos, na visita das pessoas que vêm do Litoral, daí a população nacional ter reduzido ligeiramente” este ano.
Segundo o responsável, Abril foi “um mês excelente de visitantes” e todos os outros “meses têm tido um ligeiro acréscimo ligeiramente ao ano anterior”.
Fernando Real, que falava em Vilar Formoso, na Cimeira da Identidade dos Territórios do Interior, realizada na sexta-feira, dia 27 de Junho, por iniciativa da Associação de Desenvolvimento Territórios do Côa, prevê que o pico de visitas possa acontecer em Agosto, quando os emigrantes se deslocam à região.