Vila Nova de Foz Côa


A Fundação Côa Parque assinou um protocolo de colaboração técnico-científica com a Universidade de Coimbra, através do seu Centro de Investigação FCT – 281- Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (CEAACP/FLUC).
O protocolo foi assinado, no dia 9 de Janeiro de 2020, por Bruno Navarro, Presidente do Conselho Directivo da Fundação Côa Parque, e por Cláudia Cavadas, Vice-Reitora da Universidade de Coimbra, no Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa.
“A formalização desta cooperação visa consolidar a ligação histórica, que ao longo de quase quatro décadas, e de modo continuado, diferentes docentes, investigadores e estudantes de Arqueologia da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e do Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património (CEAACP), têm mantido com o Parque Arqueológico do Vale do Côa e com o estudo da Pré-história e de outros períodos mais recentes do território do Vale do Côa”, explica a Fundação Côa Parque.
O acordo prevê a assessoria técnica e científica dos investigadores do CEAACP em iniciativas da Côa Parque – Fundação para a Salvaguarda e Valorização do Vale do Côa, e a colaboração mútua das instituições em projectos no âmbito de actividades de investigação e de divulgação do património cultural.
A Fundação Côa Parque é responsável pela gestão e promoção científica e turístico-cultural do Parque Arqueológico do Vale do Côa e do Museu do Côa, região com ocupação humana desde há cerca de 200 mil anos, com particular importância na arte rupestre pré-histórica, e cuja paisagem está classificada como Monumento Nacional e inscrita na Lista do Património Mundial da UNESCO. Os investigadores do CEAACP têm participado, de modo continuado, ao longo das últimas quatro décadas, no estudo da Pré-história e de outros períodos mais recentes do território do Vale do Côa.