Vila Nova de Foz Côa


“Prehistórico: De la Roca al Museo” é o tema da exposição que vai estar patente ao público no Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, de 12 de Fevereiro a 12 de Maio de 2022. Esta exposição internacional é composta por 270 peças, entre pinturas, gravuras e alguns tesouros nacionais (arte móvel), provenientes do Museu Nacional de Arqueologia de Espanha, em Madrid. A exposição pretende celebrar uma outra, que teve lugar há precisamente 100 anos, no Museu Nacional de Arqueologia de Espanha.
A presidente da Fundação Côa Parque, Aida Carvalho, explicou que a “Prehistórico: De la Roca al Museo” foi originalmente, a primeira exposição, a nível mundial, a debruçar-se sobre a arte pré-histórica, e desempenhou um papel incontornável na sua divulgação pública.
A exposição “Arte Préhistórico: De la Roca al Museo”, é comissariada por Eduardo Galán Domingo, Ruth Maicas Ramos e Juan Antonio Martos Romero.
O Museu do Côa, em Vila Nova de Foz Côa, assenta parte da sua estrutura numa colina sobranceira ao rio Côa, celebrando o “encontro” dos patrimónios mundiais deste território: a arte pré-histórica do Vale do Côa e a Paisagem do Alto Douro Vinhateiro.
A Côa Parque – Fundação para a salvaguarda e valorização do Vale do Côa, também designada por Fundação Côa Parque, foi criada em 2011, para gerir o Parque Arqueológico do Vale do Côa e o Museu do Côa. Tem como fins principais a protecção, conservação, investigação, e divulgação da Arte do Côa, e demais património do Vale do Côa, aliando a capacidade de atracção do Museu às visitas públicas à arte rupestre.