Trancoso


O antigo Quartel da GNR, no centro histórico de Trancoso, vai acolher um espaço dedicado à castanha. “O investimento é de 450 mil euros e deverá estar concluído dentro de um ano” disse o presidente da Câmara Municipal de Trancoso, Amílcar Salvador, no âmbito do X Encontro Europeu da Castanha que decorreu em Trancoso e Penedono, de 12 a 14 de Setembro.
O autarca adiantou que “o projecto está aprovado pela Câmara Municipal” estando para breve o lançamento da obra. De acordo com o projecto, o espaço terá uma zona de transformação e degustação da castanha.
O X Encontro Europeu da Castanha juntou mais de duzentos congressistas de Portugal, Espanha, França e Itália e decorreu em Trancoso e Penedono. O segundo dia do Encontro foi marcado pela apresentação do livro “Cultivation and culture of European Chestnut”, e ainda por sessões técnicas sobre a produção da castanha.
O concelho de Trancoso tem cerca de novecentos produtores de castanha, uma actividade que gera cinco a seis milhões de euros por ano. Amílcar Salvador explicou que “Trancoso é o concelho de maior produção de castanha da CIM Beiras e Serra da Estrela e o único desta região a integrar a região Castanha dos Soutos da Lapa DOP DOC”. Designa-se por Castanha dos Soutos da Lapa DOP os frutos obtidos a partir do castanheiro das variedades Longal e Martaínha.
O Encontro Europeu da Castanha foi organizado pela RefCast – Associação Portuguesa da Castanha, AREFLH – Assembleia das Regiões Hortícolas Europeias, os Municípios de Trancoso e Penedono, bem como a Cooperativa Agrícola de Penela da Beira.