Seia


O Contrato Interadministrativo, entre o Município de Seia, a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna e a Guarda Nacional Republicana (GNR), para a execução das obras de reabilitação/ampliação do Posto Territorial de Seia, foi assinado no dia 21 de Março, em Seia.
A cerimónia que decorreu no Salão Nobre do edifício dos Paços do Concelho foi presidida pelo Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, e contou com a presença do General Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana, Tenente-General Rui Alberto Ribeiro Veloso.
O protocolo de colaboração institucional tem em vista assegurar as obras nas instalações existentes, dotando estas infra-estruturas de instalações condignas e ajustadas à actividade das forças de segurança em Seia, com melhores condições de funcionalidade e operacionalidade. A intervenção vai melhorar as condições de alojamento dos militares e dotar o equipamento de condições para um novo conceito de atendimento ao público, apoio à vítima e acesso a pessoas com mobilidade reduzida.
Ao Município compete agora o lançamento dos procedimentos de empreitada e respectiva execução. O contrato assinado prevê obras de reabilitação e ampliação num valor de dois milhões de euros, com um prazo de execução de 24 meses.
Na ocasião, o ministro da Administração Interna destacou o papel das forças de segurança como um factor de coesão, sublinhando que Portugal é o quarto país mais seguro da União Europeia.
José Luís Carneiro referiu que o contrato celebrado em Seia é exemplo de um investimento nas forças de segurança que “favorece a coesão territorial, económica e social”. Destacou o papel das autarquias dando o exemplo da disponibilidade da Câmara Municipal de Seia para se envolver no processo das obras do Posto Territorial da GNR de Seia.
O ministro salientou que a intervenção irá dotar o equipamento de “melhores condições de trabalho e mais dignas para o exercício da actividade”.
O presidente da Câmara Municipal de Seia disse que as obras e a melhoria das condições de trabalho são “uma forma de dizer obrigado” aos militares da GNR que desempenham funções em Seia e para que o Posto “se torne atractivo para os jovens recém-formados”.
Luciano Ribeiro falou ainda na possibilidade de ter o Posto Territorial da GNR transformado em Sub-Destacamento Territorial, que permitirá outras valências de apoio à população.