Seia - Novo executivo com pelouros atribuídos

Na primeira reunião de Câmara do novo executivo municipal de Seia, que aconteceu no dia 20 de Outubro, o novo presidente da autarquia, Luciano Ribeiro, apontou a saúde e da educação como “assuntos prioritários” para o mandato que agora começa. Lembrou a necessidade de avançar com o lançamento das obras de requalificação do Centro de Saúde de Seia e da Escola Secundária de Seia. Ainda no âmbito da educação, mostrou-se disponível para, em conjunto com a Escola Superior de Turismo e Hotelaria – IPG, encontrar novas abordagens de valorização deste ciclo de ensino, de enorme relevância para o concelho e para a região.Em relação a obras, frisou a intenção de encontrar soluções para a uma nova residência de estudantes da Escola Superior de Turismo e Hotelaria, prevista para o edifício da Estamo, mas também de ver terminada a obra do Centro Interpretativo da República e Afonso Costa, e de concluir o projecto de ampliação do quartel da GNR, para que se possa avançar para a obra física.Na área do investimento económico, referiu-se às intervenções a ser efectuadas no CACE, para a implementação em definitivo de uma incubadora de empresas em Seia.No domínio do espaço público, elencou um conjunto de intervenções, com especial relevância na empreitada “Porta da Estrela”, que se encontra a decorrer no centro da cidade no âmbito do PEDU - Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, mas também em Santiago e em São Romão e nos projectos a desenvolver em Seia - Quintela e nos bairros da Raposeira e Santa Cruz.Da ordem de trabalhos também fez parte a delegação de competências no Presidente da Câmara, a integração de Mário Azevedo como vereador a tempo inteiro e a distribuição de pelouros entre os elementos do executivo que acompanham o presidente Luciano Ribeiro, nos próximos quatro anos na gestão do município.    O Presidente da Câmara ficará com a coordenação geral e as áreas da Coordenação Geral; Planeamento Estratégico e Ordenamento do Território; Desenvolvimento Económico; Empresas e Inovação; Fundos Comunitários; Segurança e Protecção Civil; Desenvolvimento Rural; Participação Externa, Geminações e Diáspora; Apoio aos Órgãos Autárquicos; e Apoio às Freguesias.Célia Barbosa é a nova vice-presidente do executivo a quem forma atribuídos os pelouros de Recursos Humanos; Educação e Cultura; Desporto e Juventude; Assuntos Sociais e Cidadania; Urbanismo e Regeneração Urbana; Habitação; Saúde e Qualidade de Vida.Cláudio Figueiredo será vereador responsável pela Administração Geral; Modernização Administrativa; Finanças; Património e Aprovisionamento; Actividades Económicas e Empreendedorismo; Turismo; Taxas e Licenças; Mercados e Feiras; e Contra-ordenações.Mário Silva fica com os pelouros das Infraestruturas Municipais; Ambiente e Sustentabilidade; Energia; Espaços Verdes; Cemitérios; Obras Municipais; Mobilidade; Fiscalização Municipal; e Bem-Estar Animal. Os três vereadores da oposição, Luís Caetano e Susana Ferreira, do PSD/PP, e Tenreiro Patrocínio, do movimento independente Juntos Pela Nossa Terra (JPNT), não têm pelouros atribuídos. AS reuniões de Câmara terão lugar quinzenalmente, às sextas-feiras, às 9.30 horas, na sala de Sessões do edifício dos Paços do Concelho, sendo abertas ao público e com carácter participativo.