Seia


Como parceiro da Rede Regional do Centro de Apoio e Protecção a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos desde 2013, o Município de Seia associa-se à organização não-governamental “Saúde em Português”, com a exposição “Mercadoria Humana 3 - Projecto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos e com um conjunto de sessões de esclarecimento sobre a temática.
A exposição de fotografia e artes plásticas “Mercadoria Humana 3” está patente no Foyer da Casa Municipal da Cultura de Seia, até 3 de Março. Esta exposição pretende sensibilizar e informar grupos estratégicos e públicos mais vulneráveis para o Tráfico de Seres Humanos, nomeadamente para fins de exploração laboral e sexual.
A exposição é composta por fotografias da autoria de Pedro Medeiros e intervenções sobre manequins da autoria dos alunos da ARCA EUAC (2010-2018) e procura, através da consciencialização relativamente à natureza e opacidade deste fenómeno, combater o alheamento da sociedade, bem como responsabilizar e alertar todos/as para os seus deveres cívicos enquanto crime público.
A grave violação dos Direitos Humanos que é o Tráfico de Seres Humanos será, por sua vez, abordada em diversas acções de sensibilização. Durante a manhã de hoje, dia 14 de Fevereiro, decorre em Seia uma reunião de trabalho da Rede Regional do Centro de Apoio e Protecção a Vítimas de Tráfico de Seres Humanos, que contará com a presença dos parceiros desta rede. Durante a tarde deste dia, haverá uma acção dirigida a estudantes do ensino secundário, profissional e superior.
O Município de Seia tem sido um parceiro activo na sensibilização da comunidade, desenvolvendo um conjunto de sessões de sensibilização/formação para diferentes públicos, e participando regularmente com actividades no Dia Internacional Contra o Tráfico de Seres Humanos, no Dia Europeu de Combate ao Tráfico de Seres Humanos e outras campanhas regionais.