Seia

O Município de Seia cancelou a edição de 2020/2021 do Orçamento Participativo. De acordo com a autarquia, a decisão foi tomada “tendo em conta o estado de emergência do país, decretado pelo Presidente da República por força da evolução da pandemia por COVID-19, e os condicionalismos que daí advém”.“Neste momento difícil e de grande incerteza que o país e os senenses estão a viver, o Município tem as suas prioridades elencadas na prevenção e contenção da doença por Coronavírus SARS-CoV-2, agente causal da COVID-19, e na garantia da continuidade das redes de distribuição de bens e serviços públicos essenciais, assegurando a correta afectação de meios humanos e técnicos a estes desígnios”, refere a autarquia.A 5ª edição do Orçamento Participativo encontrava-se na fase de submissão de propostas, desde o dia 2 de Março e com o prazo entretanto prorrogado até 30 de Abril. O mecanismo de participação e intervenção cívica colocado à disposição da comunidade, onde os munícipes são convidados a eleger prioridade de investimento municipal, incidiria no orçamento de 2021, correspondente a uma verba de 125 mil euros.