Sabugal | Soito


Duas irmãs, uma de 59 e a outra de 63 anos, morreram, ao final da tarde do último domingo, 14 de Janeiro, no Soito, concelho do Sabugal, ao que tudo indica por inalação de monóxido de carbono, proveniente de uma lareira.
O alerta foi dado, por familiares das vítimas, para os Bombeiros Voluntários de Soito, às 19.36 horas. Quando os bombeiros chegaram ao local, as duas mulheres “já se encontravam em paragem cardiorrespiratória”.
No local da ocorrência estiveram nove operacionais da corporação do Soito, apoiados por três viaturas, bem como as Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM da Guarda e da Covilhã. A Polícia Judiciária da Guarda também esteve no local.
Os corpos das vítimas foram transportados ao Gabinete Médico Legal da Unidade Local de Saúde da Guarda, para serem autopsiados e seguirem os trâmites protocolados neste tipo de ocorrência, de modo a apurar as causas das mortes.