Integrando quatro Escolas Superiores, o Instituto Politécnico da Guarda (IPG)

é uma instituição onde o sucesso dos seus alunos é a ambição de todos quantos ali trabalham.
“O Instituto Politécnico da Guarda a caminho dos seus 35 anos vem formando profissionais altamente qualificados, com espírito empreendedor e sólidas bases humanistas”, afirmou-nos Constantino Rei, Presidente do IPG.
O Instituto Politécnico da Guarda, acrescentou, “contribui para o desenvolvimento cultural, social e económico da região e do país, num modelo educativo baseado em competências, valorizando a formação técnica de acordo com as exigências do mercado de trabalho e os desafios de uma sociedade global”.
Segundo Constantino Rei, “a qualificação dos seus professores, a capacidade instalada nos seus laboratórios e unidade de investigação, as redes colaborativas nacionais e internacionais, as parcerias com Instituições congéneres na Europa, América, Asia e Africa permitem aos seus alunos e diplomados alcançar saberes, competências e experiência que favorecem a sua integração nos mercados de trabalho nacional e internacional, num processo de ensino acompanhado e orientado para o sucesso das suas profissões.”
O Presidente do Politécnico da Guarda sublinha que este Instituto “promove uma diversidade de atividades culturais e desportivas que favorecem a integração dos seus alunos, numa academia ativa, bem dotadas de equipamentos, serviços socias e focada nos alunos e suas aprendizagens”.
Constantino Rei salienta que “os resultados patentes no sucesso dos seus profissionais, nos protocolos e parcerias celebrados, na sua internacionalização, na investigação aplicada fazem do IPG uma Instituição de Ensino Superior onde o sucesso dos alunos é a nossa ambição”.
Da oferta formativa do Instituto Politécnico da Guarda fazem parte 19 licenciaturas, 13 mestrados e 25 cursos de especialização tecnológica.