Vilar Formoso

O Pólo Museológico Vilar Formoso Fronteira da Paz- Memorial ao Refugiados e ao Cônsul Aristides de Sousa Mendes recebeu o projecto Moments to the lost Words (Momento às Palavras Perdidas) da autoria de Adélia Santos Costa.Este projecto convidou todos aqueles que visitaram o polo museológico a prestarem alguns minutos de homenagem às vítimas do Holocausto através de uma escrita simbólica, que depois foi colocada em garrafas de vidro, simbolizando as palavras que se perderam, e que não devem ser esquecidas.O Município de Almeida explica que “os testemunhos a que temos hoje acesso e que fazem parte do Memorial Fronteira da Paz, são testemunhos que conhecemos porque de alguma forma vieram a público. Seja através da investigação e entrevistas, ou através de sobreviventes que ainda hoje continuam a contar a sua história, sendo testemunhos que sobreviveram a um dos períodos mais negros da nossa História – a II Guerra Mundial e Holocausto”.No projecto Monument to the lost words “existe a convicção de que as palavras que não tiveram a oportunidade de serem faladas, ouvidas e escritas, não são, por isso, menores do que aquelas que o foram”.