Pinhel

Pinhel recebeu “Beira Interior - Vinhos e Sabores” A cidade de Pinhel acolheu, no sábado e no domingo, a primeira edição do certame “Beira Interior - Vinhos e Sabores”, que foi promovido pela Câmara Municipal e pela Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior (CVRBI). O evento, realizado no Pavilhão Multiusos de Pinhel, contou com a presença de 25 produtores de vinho (3 adegas e 22 particulares) e de cerca de 20 de produtos regionais (mel, azeite, queijos, fumados, etc.). O programa também incluiu um seminário sobre “Vinhos da Beira Interior, rumos e desafios”, salão de vinhos, degustações e provas comentadas, animação musical, mostra gastronómica regional, workshops e show cookings. Durante o seminário, que contou com cerca de 150 participantes, entre produtores e especialistas do sector dos vinhos, foi defendida a necessidade de a região apostar na produção de vinhos com identidade, na sua promoção e divulgação e também na sua internacionalização. Durante os trabalhos foram abordados temas como “Beira Interior, passado, presente e futuro”, “A Beira Interior no panorama vitivinícola português”, “Uma experiência e uma paixão na Beira Interior”, “Vinhos biológicos, um caminho para a Beira Interior?”, “Marketing Internacional de vinhos, da produção à comercialização”, “Adegas Cooperativas. Gigantes adormecidos?” e “Beira Interior, a grande região vitícola portuguesa injustamente subvalorizada”. Os participantes defenderam a necessidade de os operadores locais fazerem “o esforço da internacionalização” e de divulgarem os seus vinhos no país e no estrangeiro, considerando que será imprescindível apostar em estratégias de marketing e na criação de um Clube de Embaixadores. Um dos oradores, o enólogo Malfeito Ferreira, sugeriu que, ao nível das exportações, sejam procurados “mercados que reconheçam vinhos com identidade”, daí a sugestão para criação de um “símbolo identitário”. Já a enóloga Patrícia Santos disse que “a região tem tudo para dar certo. O produto está feito, o vinho é muito bom, cabe-nos, a todos promover a região e promover sem parar”. O enólogo e produtor Rui Madeira referiu que a Beira Interior tem “vinhos únicos” e que os mercados “estão à procura de vinhos como os nossos”. José Almeida Garrett, vogal da CVRBI, afirmou que a região, que produz anualmente cerca de 24 milhões de litros de vinhos brancos e tintos, “tem características únicas”, mas é, talvez, a menos conhecida em Portugal, daí a necessidade da promoção dos seus vinhos. Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, referiu na sessão de abertura, que a Beira Interior possui cerca de 16 mil hectares de vinha e destacou a importância do sector para a economia. “O vinho corresponde actualmente a cerca de 40% das nossas exportações no mercado agrícola, o que demonstra o crescimento que o sector vem tendo ao longo dos anos e a sua implantação. O sector do vinho é, por isso mesmo, extremamente importante para a nossa estratégia de desenvolvimento”, declarou. A realização da feira “Beira Interior - Vinhos e Sabores” foi também aproveitada pela Confraria dos Enófilos da Beira Interior para a realização de mais um capítulo de entronização. Foram entronizadas várias personalidades como o Secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agro-alimentar, Nuno Vieira e Brito, a presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Ana Abrunhosa, a Directora Regional da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, Adelina Martins, o presidente do Instituto Politécnico da Guarda, Constantino Rei, e o presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura.

Pinhel

Pinhel

Nos dias 14 e 15 de Novembro, no Pavilhão Multiusos