Pinhel

O Tribunal Judicial de Pinhel decretou prisão preventiva para um homem de 64 anos, por violência doméstica. Na sequência de uma denúncia de violência doméstica, os militares da Guarda detiveram o homem por ter ameaçado de morte a companheira de 62 anos, bem como o filho de 44 anos, “chegando a agredi-lo com uma arma branca, nomeadamente uma catana”.  O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Pinhel, explicou que, no dia 4 de Janeiro, “no decorrer da acção, e na presença da Guarda, enquanto decorriam as diligências policiais, o agressor voltou a evidenciar um comportamento agressivo, culminando na sua detenção”. O detido foi presente a primeiro interrogatório, no dia 5 de Janeiro, tendo ficado em prisão preventiva.