Pinhel


A situação da Ucrânia e o acolhimento de refugiados, no concelho de Pinhel, foi um dos temas em análise na reunião do executivo da Câmara Municipal de Pinhel, do dia 17 de Março.
O Presidente da Câmara Municipal de Pinhel deu conta dos passos dados até ao momento, em coordenação com uma associação que está a acompanhar a chegada e integração de refugiados. Rui Ventura adiantou que o Município de Pinhel tem manifestado toda a sua disponibilidade para ajudar a minimizar o sofrimento daqueles que tiveram de deixar o seu país, procurando em Portugal um refúgio, uma casa. Explicou que foi feito um levantamento de instalações disponíveis para acolher refugiados, desde Casas Paroquias a edifícios pertencentes a associações ou até privados, além de que o Município também criou condições no Centro Logístico, caso venha a ser necessário.
Pinhel está a acolher 5 refugiados, sendo 3 mulheres, uma adolescente e uma criança, contando com o apoio da comunidade pinhelense, incluindo emigrantes ucranianos residentes em Pinhel, e do próprio Município que tem acompanhado todo o processo de integração.
Da ordem de trabalhos desta reunião, destaque para a deliberação que pretende isentar do pagamento de taxas os estabelecimentos comerciais, cafés e similares que venham a solicitar o licenciamento de esplanadas para a época de verão.
O executivo aprovou diversos autos de medição referentes às obras em curso do Parque de Caravanismo de Pinhel, Falcoaria, Biblioteca Municipal, Reabilitação do Parque Municipal da Trincheira - 2ª Fase e arruamento de acesso ao Estádio Municipal – ligação Carreira do Tiro à Rua das Encruzilhadas / EN 221.