Vilar Formoso

Um homem de 62 anos, operário fabril na Zona Industrial de Vilar Formoso, foi identificado e detido pela Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda e com a colaboração do Núcleo de Protecção do Ambiente da GNR de Vilar Formoso e do Grupo de Trabalho do Norte para Redução de Ignições em Espaço Rural.O detido é o presumível autor de vários crimes de incêndio florestal, ocorridos essencialmente na zona florestal envolvente da Zona Industrial de Vilar Formoso, no concelho de Almeida, o último dos quais, ao final da tarde do dia 18 de Agosto.“O incêndio terá sido ateado por meio de chama directa, tendo existido perigo de propagação das chamas, dada a continuidade horizontal e vertical do combustível existente no local e por se tratar de um dia classificado com o nível Laranja de alerta para o risco de incêndio”, explica a Polícia Judiciária em comunicado. Acrescenta que “a pronta e muito eficaz intervenção dos bombeiros evitou maiores danos”.O suspeito foi presente a primeiro interrogatório judicial, na sequência do qual ficou sujeito à medida de coacção de prisão preventiva.