Guarda | Gonçalo

Na última semana, o Município da Guarda procedeu à desinfecção das instalações do Centro Escolar de Gonçalo através de ozono e em colaboração com os bombeiros voluntários e a junta de freguesia locais. Trata-se de um equipamento de desinfecção por ozono que elimina vírus e bactérias, incluindo os vírus das famílias SARS e MERS. Esta acção em Gonçalo vem no seguimento do surto que surgiu no referido estabelecimento de ensino do concelho da Guarda.O presidente da autarquia, Carlos Chaves Monteiro, disse na reunião desta segunda-feira, 26 de Outubro, que “antes do dia 5 de Outubro, não haverá a abertura do Centro Escolar de Gonçalo”.