A natureza falou mais alto

Bruno e Jessica Tacanho conheceram-se em França, vivem juntos há 21 anos e são pais de duas meninas, uma de 5 e outra de 12 anos. Há dois anos decidiram trocar a França por Manteigas pois “sentiam falta da Serra da Estrela”. Apesar de ter nascido em França, Bruno Tacanho viveu em Manteigas desde os 4 anos de Idade. Depois de cumprir o serviço militar em Portugal regressou a França para trabalhar onde conheceu Jessica, francesa de gema que ainda agora tem dificuldade em se exprimir em português. “Todos os anos a trouxe a Manteigas e ela gostava muito da Serra, o que facilitou a nossa decisão de trocar a França por esta zona”, disse Bruno Tacanho ao Jornal A GUARDA. O gosto pela astronomia também ajudou na hora da mudança. “Demos conta de que a Serra da Estrela tem condições únicas para a astronomia e que era uma vertente muito mal aproveitada”, explicou. Esta foi também uma das razões que os levou a apostar no Covão d’Ametade que se encontra a grande altitude e onde existe ar puro, condições necessárias para quem se dedica à astronomia. Como conhece bem o lugar, Bruno Tacanho está apostado em manter o Covão d’Ametade o mais natural possível. Através da empresa AstroEstrela apresentou um projecto ao Conselho Directivo dos Baldios da Freguesia de São Pedro de Manteigas que foi aceite, estando em vigor um contracto de 15 anos, renovável por mais 15, que lhe vai permitir a gestão do espaço. Bruno Tacanho tem andado em trabalhos de limpeza e arranjo das instalações existentes no Covão d’Ametade, nomeadamente as casas de banho e o edifício do bar para ter tudo pronto a funcionar este fim-de-semana. “O espaço estava muito abandonado e havia muito lixo espalhado pelo parque, mas estou convencido de que, a partir de agora, as pessoas vão colaborar”, disse Bruno Tacanho. E acrescentou: “Isto tem de ficar o mais natural possível para chamar os amantes da natureza”.