Manteigas


“O Vila Galé Manteigas está para breve, vai ser uma realidade”, garantiu Esmeraldo Carvalhinho, durante a apresentação do Granfondo Serra da Estrela, evento desportivo que vai atrair grande número de pessoas aos concelhos de Manteigas e Seia, no dia 8 de Julho. De acordo com o presidente da Câmara de Manteigas “o projecto de arquitectura está aprovado e os projectos de especialidade estão a ser apreciados”.
O autarca garantiu que os trabalhos relacionados com as fundações do novo hotel vão arrancar durante o mês de Agosto. Esmeraldo Carvalhido adiantou ainda que a calendarização dos trabalhos de construção do novo equipamento hoteleiro é de um ano e dois meses. A página na net deste grupo hoteleiro, refere que o Vila Galé Serra da Estrela tem abertura prevista para Novembro 2019.
Recorde-se que o grupo hoteleiro Vila Galé Internacional – Investimentos Turísticos SA, escolheu Manteigas para investir na Serra da Estrela com a construção de um hotel de 4 estrelas. O local escolhido para a construção situa-se no lugar da Fonte Santa, perto do Viveiro das Trutas, numa zona estrema do perímetro urbano de Manteigas, em zona classificada, maioritariamente, no Plano Director Municipal (PDM) como “Espaço de Actividades Económicas”.
Mesmo assim o terreno envolve zona de protecção do Parque Natural da Serra da Estrela, da Reserva Ecológica Nacional, perto da margem do Rio Zêzere e dentro do perímetro alargado de protecção das Caldas da Fonte Santa, obrigando a autarquia a consultar quatro entidades diferentes da administração central para se pronunciarem sobre o projecto.
Duas das entidades consultadas deram inicialmente parecer desfavorável: O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), porque considerou que a implantação do edifício invadia ligeiramente (menos de 5%) a zona de protecção parcial, e a Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG), porque considerou o volume de escavação excessivo para implantação das caves subterrâneas para estacionamento automóvel.
Devido a estes pareceres desfavoráveis, o grupo hoteleiro Vila Galé Internacional foi obrigado a produzir alterações ao projecto inicial. As alterações foram realizadas e, no primeiro trimestre deste ano foi emitido parecer favorável do ICNF quanto à implantação do edifício e apreciação favorável por parte da DGEG quanto à escavação proposta (que foi reduzida substancialmente).
O Hotel Fábrica do empresário João Clara, o Hotel das Termas e a reabilitação da Pousada de São Lourenço, são outras das apostas hoteleiras no concelho de Manteigas.
Esmeraldo Carvalhinho disse que “o concelho de Manteigas tem grande número de alojamentos” e, brevemente, “vamos beneficiar com mais um número significativo de camas”.