Manteigas


Vai surgir em Manteigas, no primeiro semestre deste ano, o Centro de Energia Viva de Montanha (CEVM). Os 25 membros do Conselho Científico tomaram posse, no dia 22 de Dezembro, na UBI- Universidade da Beira Interior, na Covilhã. O espaço terá como principais pilares a ciência e as actividades turísticas e ficará instalado numa antiga fábrica têxtil.
Após a tomada de posse, que teve lugar na Reitoria da UBI, seguiu-se uma reunião com o objectivo de dar continuidade ao trabalho de desenvolvimento da infra-estrutura que resulta de uma parceria entre da Universidade da Beira Interior, Câmara Municipal de Manteigas e ENERAREA - Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior. A implementação do projecto tem por base a aplicação de um conceito que foi desenvolvido por duas dezenas de docentes de todas as faculdades da UBI.
O “Serra da Estrela – Centro de Energia Viva de Montanha” terá três níveis, cada um com actividades associadas. O primeiro é dedicado aos conceitos científicos de áreas como a hidrologia, biologia, história, cultura, física, química, fisiologia humana e economia de montanha, entre outras. O segundo nível prevê a realização de actividades no exterior do edifício, destinadas a integrar conceitos científicos na resolução de problemas em ambiente experimental. O terceiro tem uma vertente de empreendedorismo, no âmbito da qual se pretende apostar em actividades para desenvolver na Serra da Estrela, de âmbito científico, cultural, desportivo e de lazer.
A UBI irá acompanhar as actividades do Centro ao longo de 10 anos, de acordo com o protocolo assinado em Outubro de 2016, envolvendo docentes e alunos.