Manteigas


A Câmara Municipal de Manteigas vai lançar um programa de fixação para micro e médias empresas, para fixar os empresários e os seus trabalhadores, anunciou o autarca José Manuel Biscaia durante a conferência de imprensa de apresentação do programa oficial da XXII Expo Estrela - Mostra de Actividades e Feira de Artesanato.
De acordo com o autarca, o programa que está em preparação para ser submetido à apreciação do executivo municipal que lidera, contemplará verbas para os empresários que se instalem no concelho e para os seus funcionários, desde que tenham menos de 30 anos. A título de exemplo, referiu que nos três primeiros anos a autarquia atribuirá um subsídio de 10 mil euros por cada posto de trabalho criado, que será pago no quarto ano de actividade da empresa. “Será de facto um incentivo que nós achamos que irá levar à atracção de trabalhadores”, vaticina José Manuel Biscaia, salientando que o programa envolverá uma verba de 1,5 a 2 milhões de euros, o que significará toda a capacidade financeira do município. “Mas vale a pena gastar esta verba para fixar os empresários e os jovens”, disse, lembrando que as empresas serão acolhidas no já existente Ninho de Empresas de Manteigas.
Com esta medida, destinada a novos empresários, jovens e empreendedores, o autarca acredita que será possível inverter a tendência de diminuição da população. Lembrou que o concelho tem cerca de 3.700 habitantes e anualmente regista cerca de 25 óbitos e 4 nascimentos por cada mil habitantes. “Acho que é o melhor programa criado em Portugal por uma Câmara Municipal. Eu tenho muita esperança no êxito do plano de apoios”, declarou.
Na ocasião, José Manuel Biscaia anunciou ainda que a autarquia tenciona transformar Manteigas em “Small Smart City”. “Gostaríamos que Manteigas fosse uma terra de C02 tendência zero. Manteigas gostaria de vir a ser a primeira Small Smart City com todos os sectores de energia em smart”, referiu. O objectivo é apostar na produção de energia, na instalação de luminárias de baixo consumo nos equipamentos públicos e na assistência aos idosos através de equipamentos de teleassistência, entre outras medidas.