Corredor Internacional Norte

O troço Covilhã – Guarda da Linha da Beira Baixa está a ser percorrido diariamente, desde esta terça-feira, 6 de Abril, por diversas composições ferroviárias, dando início às marchas de formação dos maquinistas dos Operadores Ferroviários na Linha da Beira Baixa. A Infraestruturas de Portugal, SA alerta para os perigos decorrentes da reabertura da linha como atropelamentos, choque e colisão, electrocussão, bem como a existência de corrente eléctrica nos carris. As 18 passagens de nível existentes no troço entre a Covilhã e a Guarda encontram-se automatizadas, estando já em completo funcionamento. Este troço compreende as estações da Covilhã, Caria, Belmonte, Maçainhas, Benespera, Sabugal e Guarda. A Infraestruturas de Portugal chama a atenção para a proibição absoluta de circulação de pessoas, animais e veículos no canal ferroviário. O atravessamento da linha só pode ser feito apenas nas passagens de nível autorizadas, respeitando sempre a sinalização existente. Lembra ainda que qualquer contacto acidental ou aproximação do equipamento aéreo , mesmo por jacto de água, apresenta riscos de electrocução e que qualquer cabo caído no solo deve ser sempre considerado em tensão.A Linha da Beira Baixa, no Troço, Covilhã – Guarda, inclui ainda a Concordância das Beiras (entre a Linha da Beira Alta e a Linha da Beira Baixa), entre as estações do Sabugal e Guarda.O projecto Ferrovia 2020 Corredor Internacional Norte pretende, entre outros pontos, promover a interoperabilidade ferroviária com a rede Espanhola e Europeia; aumentar a capacidade para os comboios de mercadorias, permitindo a circulação de comboios de mercadorias de comprimento até 750m (na Linha da Beira Baixa 600m); eliminar restrições de velocidade e recuperação dos tempos de trajecto dos serviços de passageiros de longo curso; permitir comboios eléctricos na totalidade da Linha da Beira Baixa, com a electrificação do troço Covilhã – Guarda; melhorar condições de segurança com a eliminação de passagens de nível e a instalação de sinalização electrónica.