Serra da Estrela | Incêndios


O incêndio que teve início no dia 6 de Agosto, no concelho da Covilhã e rapidamente se estendeu ao Parque Natural da Serra da Estrela e zonas limítrofes, queimou cerca de 25 mil hectares de floresta e mato, de acordo com os dados provisórios das autoridades.
Considerado controlado no dia 13 de Agosto, após uma semana de actividade intensa, o incêndio recomeçou, novamente, no dia 15 de Agosto, na zona de Vale de Amoreira, alastrando para as freguesias de Valhelhas, Famalicão, Fernão Joanes, Gonçalo e Seixo Amarelo, Vale Formoso, Orjais e Sarzedo. O incêndio só seria dado como dominado pelas 21.30 horas do dia 17 de Agosto.
O comandante nacional da Protecção Civil de Portugal, André Fernandes, explicou que, nesta nova fase, o incêndio queimou cerca de 10 mil hectares, que se somam aos mais de 14,7 mil hectares anteriormente registados.
No incêndio da Serra da Estrela, que teve início no dia 6 de Agosto, estiveram envolvidos mais de 1600 operacionais que contaram com o apoio de cerca de 400 meios terrestres e 14 meios aéreos.