Guarda - Assembleia Municipal da Guarda

A Assembleia Municipal da Guarda aprovou esta sexta-feira, 26 de Fevereiro, por unanimidade, dois votos de pesar pelo falecimento do presidente da Fundação Côa Parque, Bruno Navarro e pelo falecimento do deputado municipal Mário Sucena.Sobre Bruno Navarro, o texto apresentado por António Monteirinho do PS refere que “foi presidente da Fundação do Côa Parque desde 2017, faleceu inesperadamente a 30 de Janeiro. Bruno Navarro tinha um currículo académico e profissional brilhante e defendeu de forma ímpar a história e a cultura de toda a nossa vasta região, tendo-a projectado no panorama nacional e internacional”.Em relação a Mário Sucena, o deputado Luís Aragão (PSD) disse que o “Nini, como era conhecido entre os amigos, viveu a vida sempre a topo. Homem de princípios, dedicou-se de corpo e alma a todas as causas em que se empenhava: na direcção do Agrupamento de Escolas de Celorico da Beira, onde era professor, na distrital do PSD, na concelhia do PSD, na direcção da Federação Portuguesa de Voleibol, na direcção da Casa do Benfica, na direcção da Associação de Futebol da Guarda, como árbitro nacional de voleibol, como comentador desportivo na Rádio Altitude”.Na mesma reunião, o grupo do PSD apresentou uma recomendação em que apela ao Governo que “repense a sua acção” em relação ao interior, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência. Foi também apresentado o Plano de Acção para Adaptação às Alterações Climáticas do Município da Guarda.