Guarda


A proposta de protocolo entre a Câmara Municipal da Guarda e a Agência de Desenvolvimento da Sociedade da Informação e do Conhecimento (ADSI) que previa que a autarquia passasse a comparticipar aquela associação com 3 mil euros por ano, além da quota de 600 euros, foi retirada da Ordem de Trabalhos da última reunião de Câmara por terem surgido dúvidas.
De acordo com Álvaro Amaro, o ponto “foi retirado, apenas porque havia ali uma dúvida técnica”. “O que lá está não está esclarecedor”, indicou, lembrando que lançou um desafio à ADSI para que fosse reduzida a participação do Município o que não consta na proposta que foi à reunião do executivo.
“O acordo que é feito é para baixar em relação à participação financeira do Município e é isso que não está lá claro”. Como surgiram dúvidas, indicou que o assunto será clarificado na próxima reunião de Câmara marcada para as 11.30 horas do dia 25 de Julho.