Ensino

O IPG - Instituto Politécnico da Guarda foi convidado para integrar o consórcio UNITA - Universitas Montium, uma aliança que une instituições de ensino superior de cinco países europeus (Portugal, Espanha, França, Itália e Roménia), que têm em comum a sua localização em zonas transfronteiriças e de montanha. Esta rede pretende criar uma estratégia de desenvolvimento baseada na sustentabilidade, na economia circular e nas energias renováveis para os seus territórios. Este consórcio tem como universidades fundadoras a Universidade da Beira Interior, a Universidade de Saragoça, a Universidade de Turim, a Universidade de Savoie Mont-Blanc, a Universidade de Pau et Pays de L’Adour e a Universidade de Timisoara. O objectivo é discutir e partilhar problemas comuns que dificultam o desenvolvimento das zonas rurais, montanhosas e transfronteiriças, em que estas universidades se inserem, e ainda definir novas estratégias de desenvolvimento sustentável. A preservação do património cultural, o desenvolvimento das energias renováveis e a aplicação da economia circular são os principais desafios deste grande projecto que o IPG integra. Tudo isto a partir de um forte compromisso com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável e com o “European Green Deal”, aliado à missão de reformular a noção de cidadania europeia, tornando-a mais inclusiva e fortalecida, fornecendo a perspectiva das comunidades rurais ameaçadas pelo despovoamento.A primeira reunião em que o Politécnico da Guarda esteve presente decorreu no dia 4 de Novembro, em Bruxelas. A integração do IPG nesta rede decorrerá numa primeira fase até 2024, podendo vir a ser alargada até 2029.Os reitores das universidades envolvidas vão reunir no final de Novembro, na Universidade da Beira Interior, na Covilhã, para definirem as estratégias futuras da aliança e se estreitarem as relações institucionais e de confiança.