Guarda

A Câmara da Guarda está a realizar um trabalho de recolha no terreno de caracterização dos bens culturais imateriais do concelho, denominado de “Carta da Paisagem da Guarda”. Trata-se de um catálogo dos bens culturais imateriais presentes no concelho da Guarda, devidamente suportado por consulta de bibliografia, arquivo e trabalho de terreno, tendo em vista a sua valorização e reinterpretação, com o objectivo do reforço da oferta cultural e turística e a sua inscrição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.A elaboração da “Carta da Paisagem da Guarda” está confiada ao Antropólogo Paulo Lima que já está a trabalhar com uma equipa que o ajudará em todo o processo que “dará corpo ao património do concelho da Guarda”.Este trabalho de relevante importância que permitirá revisitar lugares e partilhar experiências custa, à Câmara Municipal da Guarda, 24 mil euros, mais IVA.