Guarda

“A Fase 2 para reestruturação do Pavilhão 5, entre outros pontos, a implementação do Departamento da Mulher e da Criança como projecto fundamental para a Guarda”, bem como a reabertura de extensões de saúde que estão encerradas em algumas freguesias rurais do concelho, foram algumas das reivindicações que a Concelhia do PSD da Guarda anunciou depois de ter reunido com o novo conselho de administração da ULS da Guarda.A comitiva da Concelhia do PSD, liderada por Sérgio Costa, esteve reunida com o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde da Guarda, esta segunda-feira, 23 de Novembro e mostrou disponibilidade “para a criação de uma relação e laços de cooperação que se devem pautar entre as nossas instituições, que visem a prospecção da qualidade e segurança de cuidados aos Guardenses”.Sérgio Costa referiu, no final do encontro, que “nas auscultações que fomos realizando, nas reuniões que vamos realizando com os diferentes parceiros, trouxemos para esta reunião situações que nos preocupam e que devem, se não forem já, ser prioridades para o Conselho de Administração que agora inicia funções, sempre com a premissa que estamos aqui para ajudar dentro das nossas responsabilidades e competências em prol exclusivamente dos Guardenses”.Do diálogo com o novo Conselho de Administração, Sérgio Costa destacou os seguintes pontos: o papel da ULS da Guarda no contexto pandémico; a importância do poder autárquico local e que os partidos devem ter junto da ULSG; a criação de uma rede que aproveite as Juntas de Freguesia para aproximar a ULSG das populações. Outro dos pontos analisados no encontro foi a segunda fase para reestruturação do Pavilhão 5, bem como “a necessidade de unir esforços, com todos os parceiros, para de uma vez por todas, dar mais vida e utilidade aos restantes pavilhões do Parque da Saúde, cuja requalificação está também prevista na fase 2, cumprindo deste modo a promessa de António Costa aos Guardenses”.O presidente da Concelhia do PSD disse que “a Guarda não pode continuar a ser o parente pobre da Saúde”.