Executivo limitou-se a dar seguimento ao que estava programado

O processo da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027 foi enviado na última sexta-feira, 19 de Novembro, “por correio, limitando-se o actual executivo presidido por Sérgio Costa, a “dar seguimento a tudo o que estava preparado”.Na reunião da Câmara Municipal desta segunda-feira, 22 de Novembro, o vereador Carlos Chaves Monteiro questionou o executivo sobre o processo de entrega da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura. “Não sabemos se já foi entregue”, disse o vereado do PSD. “O ‘dossier’ foi entregue e as ordens que nós demos foi para dar seguimento a tudo o que estava preparado. E não estava preparada nenhuma festa. Nem gastar mais dinheiro, ainda, com divulgações”, explicou Sérgio Costa.Sobre este processo referiu que “só o trabalho da paginação e do ‘design’ do ‘dossier’, do caderninho, custou a esta casa 20 mil euros, dando seguimento ao que estava para trás e a tradução custou qualquer coisa como 2.500 euros, mais IVA”.Sérgio Costa adiantou que não estava prevista nenhuma festa para a entrega da candidatura, explicando que houve uma reunião com todas as câmaras municipais da região onde o dossier foi apresentado pelo director executivo”. “O dossier está a ser apresentado e aguardemos pelas boas notícias que nós ambicionamos todos”, referiu o autarca deixando para mais tarde explicações mais precisas sobre os números da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura. Sobre a manutenção da actual equipa que lidera todo o processo da candidatura, Sérgio Costa disse que o assunto está a ser analisado. Em relação ao resultado final, o autarca adiantou que está “expectante” e quer mesmo acreditar que seja possível ganhar a corrida “depois do tamanho investimento que foi feito”.Considera no entanto que “a Guarda não foi envolvida neste processo, a sociedade guardense, as associações culturais, as escolas, as Juntas de Freguesia, não foram verdadeiramente envolvidas”, e caso o resultado seja favorável assumiu o compromisso de envolver toda a sociedade guardense.