Iniciativas da Mesa da Assembleia Municipal e do CDS-PP

A Assembleia Municipal da Guarda aprovou esta terça-feira, 29 de Setembro, duas moções que defendem obras no Hospital Sousa Martins. Os documentos foram aprovados na véspera da discussão plenária, na Assembleia da República, de uma petição apresentada pelo Movimento de Apoio à Saúde Materno Infantil no Distrito da Guarda que defende a requalificação do pavilhão 5 do Hospital Sousa Martins (HSM) para instalação dos serviços materno infantis e de cinco projectos de resolução apresentados pelo CDS-PP, PSD, PS, BE e PCP.A moção apresentada pela Mesa da Assembleia Municipal, presidida por Cidália Valbom, foi aprovada por unanimidade, e a da CDS-PP, apresentada por Henrique Monteiro, foi aprovada por maioria (com 59 votos a favor e dez abstenções).A moção “A Saúde no Distrito da Guarda” apresentada por Cidália Valbom exige a construção da segunda fase do hospital local, “admitindo que seja priorizada a Saúde Materno Infantil”, mas também a recuperação dos antigos pavilhões Dona Amélia e António Lencastre, e o edifício sede da Unidade Local de Saúde.A moção pede a criação de “novas áreas de diferenciação, investigação e desenvolvimento na área da saúde”, em articulação com o Instituto Politécnico da Guarda, a Universidade da Beira Interior (UBI), entre outras entidades.Henrique Monteiro apresentou a moção “Pela Requalificacação do Pavilhão 5 do Hospital Dr. Sousa Martins” onde defende que “a requalificação do Pavilhão 5 deverá contemplar um departamento com os serviços de Pediatria, Obstetrícia, Urgências Pediátricas, Urgências Obstétricas, Neonatologia e Ginecologia, deixando assim de existir a separação estrutural entre eles, melhorando os circuitos internos a percorrer, muitas vezes desconhecidos por quem a eles recorre, e dignificando desta forma a saúde da mulher e da criança”.Na moção os deputados municipais do CDS-PP apontaram a requalificação do Pavilhão 5 do Hospital Dr. Sousa Martins como “obra inadiável para a qualidade da prestação de serviços de saúde materno-infantil do HSM”, exigindo ao governo que “avance de forma inequívoca com todos os procedimentos necessários para agilizar e concretizar a requalificação do ‘Pavilhão 5 do Hospital Dr. Sousa Martins, na Guarda, e ali instalar o Departamento da Saúde da Criança e da Mulher”.A Assembleia Municipal aprovou também votos de pesar pelo falecimento de Tiago Gonçalves (ex-líder da concelhia local do PSD e líder da bancada municipal social-democrata), Daniel Vendeiro (antigo presidente da Junta de Freguesia de Fernão Joanes) e de José dos Santos Antunes (antigo presidente da Junta de Freguesia de Adão).