Vilar Formoso

O Núcleo de Protecção Ambiental de Vilar Formoso fiscalizou 13 matilhas de caça, em Vilar Formoso. Esta operação teve como objectivo garantir as condições de alojamento e bem-estar animal dos cães pertencentes a matilhas de caça maior. Durante as acções, os militares da GNR identificaram 15 pessoas, com idades compreendidas entre os 34 e 66 anos, e elaboraram 12 autos de contra-ordenação, nomeadamente: Oito autos de contra-ordenação, por alojamento em desrespeito das condições fixadas, bem como pela falta da mera comunicação prévia de alojamento; Dois autos de contra-ordenação por incumprimento, pelo titular, da obrigação de alteração do registo em situação de desaparecimento de canídeos; Um auto de contra-ordenação por falta de licença de vacina anti-rábica válida ou qualquer outra zoonose do canídeo; Um auto de contra-ordenação por falta identificação dos animais de companhia, pela sua marcação e registo no Sistema de Informação de Animais de Companhia. O expediente elaborado foi remetido à Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária, entidade competente nesta matéria.