Covilhã


No dia 10 de Novembro, a direcção do Núcleo da Covilhã da Fundação Nuno Álvares assinalou quarenta anos de existência com a inauguração de um monumento evocativo, da autoria do arquitecto António Saraiva.
O Programa começou com celebração da Eucaristia na Igreja da Santíssima Trindade, presidida pelo assistente local, o Padre Jesuíta Rafael Mourão, com a assistência da Chefia Regional da Guarda do CNE e da FNA, dirigentes de vários agrupamentos e da Fraternidade Nuno Álvares do Teixoso, Fundão, Guarda, Tortosendo e Mangualde.
No almoço foi apresentado o livro, “História da Fraternidade Nuno Alvares – Escuteiros Adultos 1955 †2018“ de Carlos Félix Mana.