Figueira de Castelo Rodrigo

“Vou recorrer a um serviço de auditoria externa tanto à Câmara Municipal como à Fundação Dona Paula como instrumento de gestão e nunca de suspeição” disse Carlos Condesso, no discurso de tomada de posse como novo presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo. A cerimónia decorreu no último Domingo, 17 de Outubro, no Pavilhão dos Desportos. Na ocasião foram também empossados os membros que constituem a Câmara Municipal e Assembleia Municipal, eleitos para o quadriénio 2021/2025.O novo Presidente sucede no cargo a Paulo Langrouva (PS) e quer agir “com prudência e ponderação para avançar com passos firmes”. Considerou que “é fundamental que as finanças estejam alinhadas com as normas legais e contabilísticas envolvidas”. Carlos Condesso pretende “fazer uma radiografia às contas para minimizar riscos e procurar soluções”. E acrescentou: “É importante saber o que temos, o que devemos e o que necessitamos”. O novo presidente da Câmara disse que quer contar com todos os colaboradores da autarquia para “servir com dedicação, respeito e determinação todos os figueirenses”. Carlos Condesso mostrou-se disponível para trabalhar com os municípios envolvidos na Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela mas considera que o concelho de Figueira também tem de se “abrir mais ao Douro”. Na governação da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo prometeu “eficiência, transparência e muito trabalho”.