Figueira de Castelo Rodrigo


A Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo lançou o procedimento de contratação pública com o objectivo de realizar a empreitada que irá permitir corrigir as anomalias e patologias de construção detectadas no edifício das Piscinas Municipais cobertas para poder colocar à disposição da população este equipamento que se encontra encerrado há mais de três anos.
A autarquia, presidida por Carlos Condesso, explica que “depois da última intervenção realizada no edifício, foram identificadas situações anómalas que não foram corrigidas nas obras realizadas anteriormente”. Os serviços técnicos da autarquia realizaram no final de 2021 um diagnóstico para avaliar o estado do revestimento das coberturas planas, tendo sido identificadas deformidades provocadas pelo deficiente sistema de drenagem de águas pluviais e pela fissuração e perfuração das telas de impermeabilização. O revestimento das fachadas exteriores deste equipamento apresenta, também, um estado de degradação elevado, tendo surgido situações de descolamento às alvenarias, provocando infiltrações e humidade por condensação no interior do edifício.
Com esta intervenção a Câmara Municipal pretende aumentar a eficiência energética das Piscinas Municipais cobertas, reformular os sistemas de drenagem de águas pluviais, e restabelecer os revestimentos das fachadas, para que a sua utilização seja novamente possível em plenas condições de funcionamento e segurança.
A empreitada tem uma duração prevista de 120 dias e o investimento é de 149 500 euros, acrescido de IVA.