Medida está em vigor desde o dia 16 de Março

Os municípios de Figueira de Castelo Rodrigo, Almeida, Sabugal, Penamacor e Idanha-a-Nova procederam ao encerramento dos pontos de passagem com Espanha, depois do Governo ter decretado o encerramento da fronteira terrestre, no dia 16 de Março. Na região da Guarda e Castelo Branco, a medida teve efeitos imediatos nos pontos de passagem, nos concelhos limítrofes entre Portugal e Espanha.  Em Figueira de Castelo Rodrigo foram encerradas as fronteiras terrestres com Espanha, de Barca d’Alva com La Fregeneda e de Escarigo com La Bouza.No município de Almeida, a autarquia procedeu ao encerramento das fronteiras de Vale da Mula-Aldea del Obispo, São Pedro do Rio Seco-La Alameda de Gardón e antiga fronteira Vilar Formoso/Fuentes de Oñoro.No concelho do Sabugal, foram encerrados cinco pontos de ligação a Espanha: Batocas-Almedilha, Lajeosa da Raia-Navasfrías, Aldeia do Bispo-Navasfrías, Foios-Navasfrías e Aldeia da Ponte-La Alberguería de Argañán.A fronteira entre Penamacor e Valverde del Fresno também está totalmente interdita a entradas e saídas. Esta medida foi tomada em estreita colaboração entre o Município de Penamacor, o Ayuntamento de Valverde del Fresno, a Guarda Nacional Republicana e a Guarda Civil espanhola.A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova procedeu ao encerramento da fronteira de Segura e do acesso a Espanha por Salvaterra do Extremo, ficando sob controlo a fronteira de Termas de Monfortinho.Recorde-se que, desde as 23.00 horas, do dia 16 de Março, as fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha estão sujeitas a controlo por parte das autoridades de ambos os países, em nove pontos de passagem exclusivamente destinados ao transporte de mercadorias e trabalhadores que tenham que se deslocar por razões profissionais.O controle policial é feito nas fronteiras de Valença/Tuy, Vila Verde da Raia/Verín, Quintanilha/San Vitero, Vilar Formoso/Fuentes de Oñoro, Termas de Monfortinho/Cilleros, Marvão/Valência de Alcântara, Caia/Badajoz, Vila Verde de Ficalho/Rosal de la Frontera e Vila Real de Santo António/Ayamonte. Nestes lugares de passagem entre Portugal e Espanha passou a haver circulação condicionada.