Guarda – Política


São catorze os partidos que concorrem às eleições legislativas do dia 10 de Março, pelo círculo eleitoral da Guarda. O distrito que, desde 2019, elege apenas três deputados, tem 141.450 eleitores inscritos.
Para estas eleições o PS volta a apostar em Ana Mendes Godinho, que tem vindo a desempenhar a função de ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A candidata do PS é jurista e tem 51 anos. Desta lista também fazem parte António Monteirinho e Cristina Sousa.
A AD – Aliança Democrática, coligação que junta o PPD-PSD/CDS-PP/PPM, tem como candidata a economista Dulcineia Catarina Moura, de 43 anos, coordenadora executiva da Associação de Desenvolvimento Regional Territórios do Côa. João Prata e Luís Caetano são os nomes que se seguem na lista.
O Chega tem Nuno Simões de Melo, de 59 anos, oficial do Exército na reserva, como cabeça de lista. O Bloco de Esquerda (BE), aposta em Beatriz Realinho Pires, de 23 anos, estudante.
A CDU (PCP-PEV) tem como candidato José Pedro Branquinho, de 59 anos. O candidato da Iniciativa Liberal (IL) é o professor Carlos Bernardo, de 40 anos. A lista do Ergue-te (E) é encabeçada por Carlos Teles, reformado, de 72 anos. O partido Alternativa Democrática Nacional (ADN) aposta em Francisco Monteiro, de 53 anos. João Almeida, de 34 anos, especialista em telecomunicações, é o candidato do Pessoas – Animais – Natureza (PAN).
O Volt Portugal (VP) tem como cabeça de lista o professor universitário Olivier Carneiro, de 48 anos. Margarida Bento, de 60 anos, enfermeira especialista é a candidata do Livre (L). O Nova Direita (ND) aposta em Luís Coutinho, de 83 anos, reformado. O Reagir – Incluir – Reciclar (RIR) tem como candidata a engenheira Cristiana Silva, de 32 anos. O Alternativa 21 (MPT.A) escolheu Telmo Rafael, de 34 anos, assistente operacional.
Recorde-se que nas eleições de 2022 concorreram 15 partidos pelo círculo eleitoral da Guarda.
De ano para ano, o círculo eleitoral da Guarda continua a debater-se com a perda de população, com os cadernos eleitorais para 10 de Março a contabilizar 141.450 inscritos, menos 4.591 eleitores do que em Janeiro de 2022, quando tiveram lugar as últimas eleições legislativas.