Prados


A Junta de Freguesia de Prados, em parceria com a Câmara Municipal de Celorico da Beira, vai promover, no dia 30 de Outubro, o IX Festival da Castanha, com o objectivo de promover a castanha produzida localmente. O presidente da Junta de Freguesia de Prados, Porfírio Galante, adiantou ao Jornal A GUARDA que o certame visa “promover a castanha, nomeadamente na abertura de novos mercados” e também divulgar os produtos locais. O evento começa pelas 9.30 horas com a abertura do Mercado da Castanha, Produtos Locais, Artesanato e animação de rua com o grupo Pifaradas e Zabumbadas. Segue-se a actuação do Grupo de Cantares “A Mensagem” (11.30 horas), e, pelas 12.30 horas, um almoço com sopa de castanha, ensopado de borrego com castanha e carne de porco à moda de Prados. Para as 14.30 horas está agendada a actuação do Grupo de Cantares “O Salgueirinho”, do Rancho Folclórico da Mêda (15.30 horas) e das Concertinas de Gouveia (16.30 horas). O Festival termina pelas 17.30 horas com a realização de um magusto e animação com o grupo Pifaradas e Zabumbadas. O autarca de Prados referiu que o momento alto do programa do Festival é o almoço “com ingrediente principal a castanha”.
Porfírio Galante adiantou que a castanha continua a ter “alguma” importância económica na sua Freguesia, mas “já teve mais”. “Hoje, os castanheiros estão expostos a muitas pragas o que leva ao abandono de alguns soutos”, justificou, indicando que na terra é produzida castanha de cinco variedades: longal, martaínha, judia, casta e rebordã. A comercialização é feita “basicamente porta à porta, com revendedores”, explicou. De acordo com o autarca, na última década têm sido plantados novos soutos. A Junta de Freguesia está a promover a castanha local através do Festival da Castanha, mas o autarca lembra que “também já estivemos no roteiro dos pratos à base da castanha, a decorrer nos restaurantes do concelho”.