Celorico da Beira


A Biblioteca Municipal de Celorico da Beira acolhe, no dia 24 de Junho, pelas 15.30 horas, a sessão de apresentação do romance “Nunca Desistirei de Ti”, da autoria de António Carlos Ferreira, editado sob a chancela da Editora Vieira da Silva. O autor, António Carlos A. Ferreira, nasceu no concelho de Celorico da Beira. É funcionário público de profissão, mas referiu ao Jornal A GUARDA que “sente-se um pouco de tudo, de agricultor a escritor, o que se julga pela capacidade de amanhar a terra e de escrever”. Gosta de caça, de pesca e de fotografia e é apicultor nas horas vagas, por entre tantas outras coisas que gosta de fazer. Acrescenta que tem e “põe amor e atenção às coisas pequenas e simples da vida para depois ver e apreciar a sua grandiosidade”. O autor foi militar e depois emigrante, mas regressou a Portugal porque é nas raízes e nas origens deste seu pequeno país que se sente bem pela grandiosidade e diversidade das coisas boas que lhe oferece. António Carlos Ferreira tem como primeiro livro e obras publicadas “Recordações, Rimas e Retratos”, publicado em 2016, no qual, em poesia, fala das suas recordações de infância, com rimas e retratos seus, monumentos históricos, profissões já perdidas no tempo e lugares da aldeia que o viu nascer e crescer, a aldeia de Fornotelheiro, no concelho de Celorico da Beira. Uma auto-edição “de enorme aceitação principalmente pela muita gente com raízes desta terra espalhadas pelo mundo”. Sobre a sinopse do novo livro, o romance “Nunca Desistirei de Ti”, o autor adiantou: “Afonso e Inês são dois jovens que se conhecem ocasionalmente numas férias de Verão. Um toque e um olhar fez despertar algo que não conheciam até então, o amor. Sentimento que não escolhe idade, dia nem hora para acontecer. Será o futuro deles um verdadeiro conto de fadas ou será que vão ter que por à prova o sentimento de cada um? Esta é uma história de interesses familiares, angústia, fracassos, dores, cicatrizes mas acima de tudo de conquista, coragem, perseverança e de realizações. Um rio os aproximou mas um oceano os afastou”.