TAPem os buracos todos...

Mil e duzentos milhões de euros é muito dinheiro. Imaginem esse dinheirinho todo investido no Interior do país. O que não se faria por aqui que tanta falta nos faz.A segunda fase do Hospital Sousa Martins só necessita de cinquenta milhões de euros...Com outros cinquenta milhões contratavam-se todos os médicos de que a ULS necessita para as especialidades mais carenciadas e pagava-se-lhes o ordenado durante muitos e muitos anos, talvez décadas. Se retirássemos outros cinquenta milhões, quantas e quantas portagens de empresas e residentes não poderiam ser isentadas nas SCUTs?Retirados cento e cinquenta milhões, ainda sobram mil e cinquenta milhões. Imaginem o tamanho do buraco da TAP.Sabem de onde vem todo esse dinheiro?Essa soma astronómica vem do Orçamento de Estado, ou seja, dos nossos bolsos que para ali são despejados através da enorme carga fiscal que nos subjuga a todos.Afinal, quem beneficia dos serviços da TAP?Beneficiamos todos, é verdade. Uns diretamente outros indiretamente, mas mais uns do que outros.Mas quantos e quantos portugueses, que nunca beneficiaram nem irão beneficiar seja o quer for da TAP, têm ajudado ao longo de décadas a suportar os prejuízos crónicos da transportadora aérea?Quantas regiões do país não veem acrescentado pela TAP qualquer cêntimo à riqueza que aí é produzida?Mas todos vão contribuir para pagar os mil e duzentos milhões de euros. E este valor é apenas a primeira tranche porque a seguir outros milhões virão. Vão-se somar muitos milhões a estes mil e muitos milhões.Com tantos buracos no país o governo só tem olhos para TAPar o buraco da TAP?E os outros?Quem TAPa o buraco da quebra de receitas de tantas empresas que foram encerradas pelo Governo durante o Estado de Emergência?Quem TAPa o buraco daquelas famílias cujo negócio entrou em colapso por causa da pandemia, deixando-as sem qualquer outro meio de subsistência?E o buraco da Saúde não se TAPa?E o buraco da Educação, não tem forma de se TAPar?E o caminho-de-ferro, que devia servir muitos territórios, não tem buraco? Olha se não tem...E o buraco crónico nos meios e instalações para as forças de segurança?E o buraco da Justiça e dos meios de investigação?Ninguém os TAPa?O Plano Diretor Municipal do concelho de Almeida foi elaborado entre 1991 e 1994, tendo sido aprovado pela Assembleia Municipal de Almeida, em 12 de setembro de 1994, e ratificado pelo Governo, conforme Resolução n.º 120/94, publicada na 1.ª Série-B, do Diário da República, de 2 de dezembro de 1994.Este PDM, por iniciativa do sr. Presidente da Câmara Municipal de Almeida, António José de Sousa Júnior, previa a construção de um aeroporto no Alto de Leomil, reservando terrenos para esse efeito. Esta importante infraestrutura manteve-se na revisão feita ao documento, aprovada em reunião da Câmara Municipal de Almeida de 4 de julho de 2001, publicada na 2.º Série, em 28 de agosto de 2001.O terreno está lá, os instrumentos legais e administrativos estão em vigor. Não procurem mais. Construa-se o aeroporto em benefício de toda a região. Seria uma forma de ajudar a TAPar o buraco da interioridade.A TAP que venha para cá e talvez, nessa altura, nos sintamos menos injustiçados.