Preparo-meProcuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.


1. O que diz o texto- Leio pausadamente o Evangelho Mc 1,1-8.- Sublinho e anoto o mais significativo.O início do Evangelho de Marcos anuncia Jesus como Cristo, o escolhido e Filho de Deus. Ele é a boa notícia. Citando Isaías, João Batista é descrito como novo profeta que prepara o caminho do Senhor. 2. O que me diz Deus- Esta Palavra é para mim. Como me interpela? O que me faz sentir?O 1º domingo do Advento exortou à vigilância. Hoje, com João Batista, sou desafiado à conversão. Esta corresponde à mudança de rumo existencial. Isso requer tempo, recolhimento e trabalho interior. Só assim prepararei o caminho d’Aquele que vem. É o que pretende ser o Advento. O Evangelho é a voz que clama nos “desertos” da minha vida (momentos e situações de encontro com Deus). Sei-a reconhecer? Deixo que ela me interpele? Sigo-a? A fé é experiência e percurso. Sou voz e caminho de Deus junto dos outros?
3. O que digo a Deus- Partindo do que senti, dirijo-me a Deus, orando (de preferência com palavras minhas).Senhor, através de João Batista, és Tu que me falas e interpelas. Marcaste a história com a tua Encarnação, mas pretendes tomar parte do meu quotidiano. Queres, novamente, fazer caminho até mim. Não sou eu que Te encontro. És Tu que me buscas. Só Te posso agradecer…Como João, devo preparar o teu caminho. Não será tanto com o que faço, mas com o Te deixarei fazer. Daí a necessidade de conversão. Primeiramente, ela tem de ser interior, para se expressar no exterior. Então, minhas palavras e atitudes se tornarão credíveis. Ajuda-me, Senhor, a despojar-me de todo o “entulho” que me preenche o coração e a mente. Quero desimpedir-Te o acesso até mim: aplanarei meu orgulho, endireitarei minhas opções e altearei meu coração em Ti. Vem, Senhor Jesus!4. O que a Palavra faz em mim- Contemplo Deus, saboreando e agradecendo.Senhor, Tu vens até mim. Encontrado por Ti, minha vida transforma-se. Faz de mim caminho teu para chegares aos outros. Por agora, preparo-me para Te acolher. Grato, louvo e contemplo.Inspira-me o que esperas e mereces de mim. Apoiado em Ti, comprometo-me em algo oportuno e alcançável, crescendo na minha relação diária conTigo e com os outros.
Um pensamento - “A vida é um caminho de sombras e luzes. O importante é que se saiba vitalizar as sombras e aproveitar as luzes.” (Henri Bergson)
Provocações - Vivo o Advento como uma preparação interior e espiritual?- Encaro a fé como caminho e encontro com Deus?- Como abro caminhos para Deus no meu quotidiano?- Como me posso tornar caminho de Deus para os outros?
Um desafio - Pedir ao Espírito Santo a graça de fazer dos meus dias caminhos do Senhor.
Uma oração poemaUma voz clama,no deserto interior dos meus diascomo poço de água fresca, encobertoentre dunas de acontecimentos:Faça-se caminho!
Uma voz clama.O deserto ecoa essencialidade:Aí me reencontro, encontradopor Quem me busca, vindoposto em caminho.
Uma voz clama e reclamaque o percursor se torne percursode desejo alteado,de orgulho aplanado,e, para outros, feito caminho.