Papa publicou mensagem esta segunda-feira, 12 de Setembro


O Papa publicou esta segunda-feira, 12 de Setembro, a mensagem para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que vai decorrer em Lisboa, de 1 a 6 de Agosto de 2023, convidando os jovens para um “abraço da reconciliação e da paz” na capital portuguesa.
“Queridos jovens, que na JMJ possais experimentar novamente a alegria do encontro com Deus e com os irmãos e as irmãs. Depois dum prolongado período de distanciamento e separação, em Lisboa – com a ajuda de Deus – reencontraremos juntos a alegria do abraço fraterno entre os povos e entre as gerações, o abraço da reconciliação e da paz, o abraço duma nova fraternidade missionária”, escreve Francisco, num texto divulgado pelo Vaticano.
O texto parte do tema anunciado em 2019, ‘Maria levantou-se e partiu apressadamente’, uma passagem do Evangelho segundo São Lucas.
“A Mãe do Senhor é modelo dos jovens em movimento, jovens que não ficam imóveis diante do espelho em contemplação da própria imagem, nem ‘alheados’ nas redes. Ela está completamente projectada para o exterior”, pode ler-se.
O papa Francisco apresenta os jovens como esperança duma “nova unidade para a humanidade fragmentada e dividida”.
“Queridos jovens, é tempo de voltar a partir apressadamente para encontros concretos, para um real acolhimento de quem é diferente de nós, como acontece entre a jovem Maria e a idosa Isabel. Só assim superaremos as distâncias entre gerações, entre classes sociais, entre etnias, entre grupos e categorias de todo o género, e superaremos também as guerras”.
O Vaticano explica que a XXXVII Jornada Mundial da Juventude será celebrada este ano, nas dioceses católicas, a 20 de Novembro (solenidade litúrgica de Cristo-Rei) e, a nível internacional, em Lisboa de 1 a 6 de Agosto de 2023 – após ter sido adiada, por um ano, devido à pandemia de Covid-19.
“Espero e creio fortemente que a experiência que muitos de vós ireis viver em Lisboa, no mês de Agosto do próximo ano, representará um novo começo para vós jovens e, convosco, para toda a humanidade”, realça o Papa.
“Todos juntos em Lisboa!” é um dos tópicos da mensagem, na qual se evocam os “últimos tempos tão difíceis, em que a humanidade já provada pelo trauma da pandemia, é dilacerada pelo drama da guerra”.
Em comunicado, o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé) sublinham que esta mensagem é “um caloroso convite a todos os jovens a participarem na XXXVII Jornada Mundial da Juventude”.
A JMJ nasceu por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.
A celebração assinala-se anualmente, a nível diocesano (actualmente na solenidade de Cristo-Rei, último domingo do ano litúrgico), e tem uma edição internacional, a cada dois ou três anos, numa grande cidade, para o encontro de jovens de todo o mundo com o Papa.