Diocese da Guarda

Fábio Carrola Pontífice, natural de Casal da Serra, Tortosendo, foi instituído no ministério de Acólito este domingo, dia 25 de Abril, na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Seia. A cerimónia, presidida pelo Bispo da Guarda, contou com a presença do pároco, Padre Joaquim Pinheiro, bem como dos formadores do Seminário, familiares, seminaristas, e fiéis da Comunidade Paroquial de Nossa Senhora da Assunção.Na homilia, D. Manuel Felício recordou que o Acolitado é um ministério instituído e não ordenado, mas conferido de forma estável. Está estritamente ligado à Eucaristia, contudo, não restrito apenas ao serviço do altar, estendendo-se a distribuição da Sagrada Comunhão, mesmo fora da celebração Eucarística, sobretudo aos doentes. Ressaltou ainda, que, “ao acólito, recomenda-se viver cada vez mais do Sacrifício Eucarístico e configurar-se o mais possível com a pessoa de Cristo, oferecendo-se a si próprio como vítima agradável a Deus”.Fábio Carrola Pontífice tem 25 anos e conclui recentemente o Curso de Teologia. Estudou no Externato Nossa Senhora dos Remédios, Tortosendo / Seminário Menor do Fundão e frequentou o Curso de Teologia com mestrado integrado na Universidade Católica de Braga / Seminário Interdiocesano, em Braga. Actualmente está em Seia, em tempo de estágio, onde colabora com o Padre Joaquim Pinheiro nas paróquias de Seia, Sabugueiro e São Romão.