O Departamento da Pastoral Juvenil da Guarda e o Comité Organizador Diocesano para a JMJ 2023 promovem a celebração do Dia Mundial da Juventude 2022, na Guarda, no próximo sábado, 19 de Novembro.


No horizonte está a JMJ/2023 e vive-se a caminhada que lá conduz.
Do programa anunciado destaca-se a celebração da Vigília na Sé, com Eucaristia presidida pelo Bispo Diocesano.
A XXXVII Jornada Mundial da Juventude é celebrada nas dioceses católicas, a 20 de Novembro (solenidade litúrgica de Cristo-Rei, último domingo do ano litúrgico), de olhar colocado nas celebrações da JMJ, em Lisboa, de 1 a 6 de Agosto de 2023 e também no acolhimento aos jovens, nas Dioceses, que terá lugar de 26 a 31 de Julho próximo.
Na sua Mensagem para este dia, com data de 15 de Agosto passado, o Papa lembra a caminhada rumo à JMJ/2023 e começa por se dirigir aos jovens assim:
Queridos jovens!
O tema da JMJ do Panamá era este: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra» (Lc 1, 38). Depois daquele evento, retomamos o caminho para uma nova meta – Lisboa 2023 –, deixando ecoar nos nossos corações o premente convite de Deus a levantar-nos. Em 2020, meditamos nesta palavra de Jesus: «Jovem, Eu te digo, levanta-te!» (cf. Lc 7, 14). No ano passado, serviu-nos de inspiração a figura do apóstolo São Paulo, a quem o Senhor ressuscitado dissera: «Levanta-te! Eu te constituo testemunha do que viste» (cf. At 26, 16). No troço de estrada que ainda nos falta para chegar a Lisboa, caminharemos juntos com a Virgem de Nazaré, que, imediatamente depois da Anunciação, «levantou-se e partiu apressadamente” (Lc 1, 39) para ir ajudar a prima Isabel. Comum aos três temas é o verbo levantar-se, palavra (é bom lembrá-lo!) que significa também «ressuscitar», «despertar para a vida».
+ Manuel R. Felício, Bispo da Guarda