III Domingo da Quaresma


“Nas próximas três semanas vamos perguntar-nos pela nossa identidade de discípulos de Cristo missionários” referiu o Bispo da Guarda na Homilia do III Domingo da Quaresma. Depois da “introdução a este tempo santo”, D. Manuel Felício disse que as próximas semanas são “o núcleo da Quaresma”, durante as quais “aqueles que se preparam para celebrar o baptismo na noite pascal perante a comunidade dizem das suas disposições de adesão à pessoa de Cristo, de aceitação das verdades da Fé e de compromisso com a oração, ao mesmo tempo que manifestam renúncia para com tudo o que é contrário”.
Olhando para as leituras do III Domingo da Quaresma explicou que a “Palavra de Deus convida-nos hoje a colocar a Pessoa de Cristo no centro da nossa vida, pessoal e comunitária”.
Em “tempo de revisão de vida”, o Bispo da Guarda chamou a atenção para os mandamentos da Lei de Deus, uma “pauta de regras”, diante da qual cada um se deve interrogar “pela qualidade das relações com Deus e pela verdade das celebrações e da oração”. Olhando para os Mandamentos, pediu o “respeito pela vida”, o respeito pelos “valores da família” e o “respeito pelas pessoas e seus direitos”.
D. Manuel Felício explicou que “os valores que a pauta dos 10 mandamentos recomendam e protegem são valores humanos fundamentais reconhecidos e desejados pela consciência de humanidade e pela consciência pessoal de cada um”.
No final da homília, o Bispo da Guarda lembrou a celebração do dia nacional da Caritas e o dia internacional da mulher, que se comemoravam nesse Domingo. “Fazemos uma prece especial por todas as mulheres, as que são mães e as outras, para que sejam cada vez mais o rosto feminino do amor e da bondade de Deus”, disse D. Manuel Felício.
Lembrou também que “no próximo dia 13 cumprem-se dois anos passados desde a eleição do Santo Padre o Papa Francisco para a cadeira de S. Pedro”, e que para assinalar a data vai presidir à Eucaristia na Igreja de S. Vicente, na Guarda, inaugurando assim a iniciativa “24 horas para o Senhor” sugerida pelo Papa.