Diocese da Guarda


A Diocese da Guarda vai promover a apresentação do projecto do Órgão de Tubos da Sé e da campanha de angariação de fundos para esse fim, no dia 28 de Janeiro, pelas 21.00 horas, na Sé da Guarda.
Na apresentação haverá algumas comunicações sobre a importância cultural do projecto para a cidade e para a região, contando também com a intervenção musical do Coro do Centro Cultural da Guarda.
Para poder acompanhar o desenvolvimento deste projecto e da campanha a ele associada, foi criada uma página Web e uma conta no Facebook e no Instagram.
Para os promotores da campanha “devolver o órgão de tubos à Catedral é, ao mesmo tempo, um gesto de fé, de gratidão e de legado cultural para as próximas gerações. Esta é uma oportunidade para todos participarmos de um projecto que enriquece a cultura musical da região da Guarda e do interior”.
Depois de tantos anos de espera, finalmente o tão desejado órgão de tubos da Sé da Guarda já está em fase de construção, na oficina de organaria de Frédéric Desmottes, em Espanha.
Este importante projecto cultural está a ser possível graças à sinergia de diversas pessoas e entidades, nomeadamente da Direcção Regional de Cultura do Centro e da Diocese da Guarda. Desde a assinatura de adjudicação do projecto de construção, no passado dia 6 de Junho de 2022, outras entidades, nomeadamente a Câmara Municipal da Guarda, manifestaram o máximo interesse em associar-se a este projecto e de o apoiar, pois compreendem a importância que o órgão de tubos da Sé da Guarda tem no contexto cultural do interior.
O investimento a realizar na construção e instalação do órgão da Sé é de 950 mil euros, sendo 800.000 euros para o instrumento e cerca de 150 mil euros para a instalação. O projecto tem o financiamento de 500 mil euros, resultantes da candidatura da Direcção Regional de Cultura do Centro aos Fundos Europeus. A Diocese da Guarda tem também o compromisso de comparticipar, com cerca de 300 mil euros no financiamento deste projecto.
Neste sentido, a Diocese da Guarda vai lançar uma campanha de recolha de fundos, onde apela à generosidade de pessoas individuais e colectivas para que o projecto do Órgão da Sé chegue finalmente a bom porto.